filmes_maconha

Projeto abre sessões gratuitas com filmes que defendem a legalização da maconha

A galera que não desiste de colocar a maconha em discussão abre hoje em Campo Grande a temporada 2018 do THCine, projeto que começou em Niterói (RJ) para incentivar debates sobre a legalização e a garantia das liberdades individuais e coletivas.

Para atingir o maior número possível de pessoas, os grupos organizados pelo País usam audiovisual e abrem as sessões a maconheiros e simpatizantes da causa. Na lista em cartaz, estão documentários, de curta e longa metragens.

Hoje, o filme que abre a noite é ‘‘Dirijo: A Maconha Antes da Proibição’’, curta documentário nacional de 2016, que fala do uso tradicional da Cannabis Sativa entre indígenas.

Outra produção nacional na programação desta quinta-feira é ‘‘Baseado no Brasil’’, documentário realizado como projeto experimental de alunos de Jornalismo da PUC-Campinas, com roteiro sobre a luta de uma pessoa comum por projeto de lei a favor da maconha.

A agenda da noite continua com ‘‘420 – Horário de Brasília’’, sobre a política de repressão às drogas em Brasília, a partir do ângulo dos próprios usuários.

As exibições começam às 19h, no Central de Comercialização de Economia Solidária, na Rua Marechal Candido Mariano Rondon, 1500, Centro.

Campo Grande News