Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

A Pensar Verde já está online e vem cheia de novidades

A edição 34 da Pensar Verde está de cara nova: novo projeto gráfico, novas colunas fixas, Solo Fértil e Coleta Seletiva, e mudança na estratégia de produção de artigos, que, agora, não necessariamente tratarão do mesmo tema. O objetivo é tornar a revista mais dinâmica, mais atrativa aos mais variados públicos, porém, sem perder a qualidade e o aprofundamento dos temas que lhe são característicos desde a sua origem, dez anos atrás.

A nossa matéria de capa vem cheia de gás, de energia, com uma moçada que está sempre pronta para a luta, para defender seja o meio ambiente, os povos tradicionais ou a igualdade social e entre todas as raças, cores e gêneros, entre muitas outras bandeiras.

Maial Paiakan, do Povo Kaiapó, no Estado do Pará, atua em causas indígenas; Paloma Costa é conselheira jovem do secretário-geral da ONU em Clima; Thiago Ávila é socioambientalista e tem 50 mil seguidores no YouTube; Igor Abreu criou o grupo Cerrado Flora; Rojú Soares é militante ecossocialista e integra o Subverta; e Mikaelle Farias é ativista do Fridays for Future Brasil e do Greenpeace Brasil. “Elxs” contam por que entraram para o ativismo e deixam recados para os jovens que têm a mesma vontade.

Nos artigos, temos três temas distintos. No primeiro deles, Cassia Moraes e André de Castro dos Santos, do Youth Climate Leaders (YCL), escrevem sobre “Como podemos engajar mais os jovens brasileiros na ação climática?”. O segundo desenvolve tema crucial para o momento. Donizetti Aurélio do Carmo, assessor técnico da Liderança do PV na Câmara dos Deputados, faz análise aprofundada sobre a “Flexibilização do licenciamento ambiental”.

Luiz Henrique Mandetta é o autor do terceiro artigo, “E no meio do caminho tinha uma pedra. Tinha uma pedra no meio do caminho…”. Sob o título poético, uma reflexão sobre as mudanças no rumo político a partir da Covid-19 e do atual governo.

No Verdes em Ação, mais um jovem guerreiro: Luciano Frontelle (PV-SP), diretor-executivo da Plant-for-the-Planet no Brasil e um dos fundadores do coletivo Clímax Brasil. A seção conta um pouco de sua história e de seu trabalho na ação climática nacional e global.

Toda a força da juventude expressa na matéria de capa e no Verdes em Ação cresce ainda mais quando se une ao conhecimento dos mais experientes. Por isso, nossa entrevista ping-pong foi realizada com um dos cientistas mais ativos na área ambiental no Brasil neste momento. O climatologista Carlos Nobre desdobra as promessas feitas pelo presidente da República na Cúpula do Clima. O que pode ser realizado de fato, e como?

Para fechar, as novas colunas. A primeira delas, Solo Fértil, apresenta o texto “Para quem quer cantar e dançar para o céu”, de Ailton Krenak, escrito para o e-book recém-lançado Cartas para o Bem Viver. E Coleta Seletiva traz breve entrevista com o diretor do documentário Amazônia em Chamas, lançado em maio no Brasil, Michal Siewierski, além de outras dicas de livros e filmes. 

Acessem a revista e ótima leitura!

CONTATO

    ASSINAR E-MAIL

    Inscreva-se com seu endereço de e-mail para receber notícias e atualizações.

      © 2021 Lavorare / websytes

      Pesquisar