Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Fábrica comunitária é construída com bambu na Colômbia

A versatilidade do bambu na construção dá forma a uma singela fábrica de corte e confecção de roupas. Erguida na comunidade de San Isidro, área rural do município de Puerto Caldas, na Colômbia, em nada lembra os claustrofóbicos espaços de costura.

Fábricas de roupas podem ser lugares bem hostis. Áreas retangulares com paredes e luzes brancas, geralmente, compõem tais espaços. Proposta bem diferente do que se vê na construção desta fábrica colombiana projetada pelo escritório colombiano de arquitetura Ruta 4.

Fundado há seis anos, o estúdio trabalhou com as mulheres da comunidade e uma organização que promove estratégias educacionais e culturais para tirar o projeto do papel e desenvolver este belo exemplo de aproveitamento de recursos naturais.

Fábrica de bambu

O espaço, gerido por mulheres, ganhou luz, resfriamento e ventilação natural. Para tanto, o bambu é aproveitado de diversas formas, estando presente nas paredes, pilares, portas, janelas e até na estrutura do teto -, criando um espaço agradável e fresco.

Além da área central com máquinas de costura, a fábrica, chamada de Amairis, possui um escritório privado, armários feitos com tijolos locais e bambu, dois banheiros e uma pequena copa de cozinha.

O bambu, como planta tropical que cresce com facilidade no país, atende a ideia do escritório de aplicar técnicas e materiais construtivos locais. Uma tendência, aliás, que pode ser vista em diversos projetos de baixo custo de centros comunitários. Além da economia, aproveitar itens regionais encurta distâncias e, portanto, reduz as emissões poluentes geradas pelo transporte.

CicloVivo

CONTATO

ASSINAR E-MAIL

Inscreva-se com seu endereço de e-mail para receber notícias e atualizações.

© 2020 Lavorare / websytes

Pesquisar