Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

PV debate os rumos da campanha eleitoral na era digital

Mesa redonda com especialistas em marketing politico comprova a importância da integração das redes sociais com as mídias tradicionais nas campanhas eleitorais de 2014.

Na noite desta quarta-feira (24), integrantes da Fundação Verde Herbert Daniel e do Partido Verde reuniram-se no auditório da nova sede da Fundação, em Brasília, para debater o tema: “O velho, o novo ou tudo junto e misturado. O que vai ser mais importante na busca pelo voto”. A discussão teve como objetivo avaliar e debater a força das mídias tradicionais, como a TV e o rádio, e das novas mídias, como as redes sociais, para campanhas eleitorais e formação política. O evento foi transmitido ao vivo pela internet nos canais da FVHD e do Partido Verde.

Na abertura do evento, Álvaro Lins, especialista em marketing político, iniciou o debate   argumentando sobre quais serão as formas de fazer campanha em 2014. Para isso, apresentou alguns gráficos exemplificando a evolução do número de celulares ativos no Brasil de 1990 até os dias de hoje – ao todo, são 266 milhões de celulares ativos, além do crescimento exponencial do acesso à internet. Por outro lado, o número da população e do eleitorado se mantiveram relativamente estáveis. Para Álvaro, essa é a primeira evidência da mudança e da possibilidade de acesso à informação no conjunto dos brasileiros.

Outro dado interessante, mostrado por Álvaro, é o tempo que cada canal de comunicação levou para atingir 50 milhões de usuários. O rádio, por exemplo, demorou 38 anos e a TV, chegou a essa quantidade de telespectadores em 13 anos.  Já a internet alcançou 50 milhões de usuários em 4 anos e o facebook, em apenas um ano, chegou aos 200 milhões de usuários. “A compreensão de que a evolução nos canais de comunicação e de informação do mundo estão crescendo de forma muito rápida e significativa que deve ser levada em conta”, avaliou Álvaro.

No segundo momento, o mediador do debate José Carlos Lima, secretário de comunicação do PV e diretor da FVHD, passou a palavra para Luís Natal, especialista em marketing político do Partido Verde. Natal mostrou sua visão a respeito da importância das mídias tradicionais no processo eleitoral. “Concordo plenamente com o Álvaro. A cada eleição a importância dessas novas mídias cresce e cada eleição é uma história diferente. Por outro lado, eu não acredito que nem em 2018 as redes sociais vão ser mais importantes que as tradicionais, como rádio e TV”, instigou Natal.

Dando continuidade, Natal argumentou que o aumento de acesso à internet não significa, necessariamente, que as pessoas terão acesso a uma propaganda política. Para Natal, politicamente, a internet não forma tanto a imagem de um partido quanto a TV. “Para as pessoas terem acesso a algum conteúdo, primeiro elas têm que se interessar por esse conteúdo para depois irem atrás dele”, disse.

Segundo pesquisa Ibope, cerca de 75 milhões de brasileiros assistem TV. Desses brasileiros, 90% consideram a TV aberta a melhor fonte de informação. Outra constatação da pesquisa é que quantidade gasta pelos brasileiros em cada uma das mídias. Em média, gasta-se cinco horas vinte oito minutos na frente da TV por dia, contra duas horas diárias na internet. “O crescimento da internet é muito maior, como argumentou o Álvaro, no entanto, esse crescimento ainda não é suficiente para superar a importância da TV e do rádio durante o processo eleitoral”, defendeu Natal.

Ao final do debate ambas as partes chegaram a seguinte conclusão: tanto as mídias tradicionais quanto as novas mídias são extremamente importantes para a propagação e formação de um partido político. Trabalhadas de maneira integrada e organizada são capazes de mobilizar milhões de pessoas.

O deputado federal e presidente do PV, José Luiz Penna, finalizou o debate cumprimentando os participantes pelos dados e argumentos apresentados e ressaltou a importância de se trazer novos membros para o PV. “Acredito que essa é a estreia de um longo processo preparatório para os nossos candidatos, pois é preciso cumprir a missão de trazer novos personagens para a política brasileira”, avaliou.

Penna aproveitou o evento para sinalizar à militância que o Partido Verde vai manter-se como recordista brasileiro em lista própria nas eleições, ou seja, que o momento para consolidar candidaturas é agora.

3 Comments

  • Ederbal miranda da silva
    Posted 28 de setembro de 2013

    Como diretor da ABCOP, Assoc Brasileira de Consultores Politicos, aqui na Bahia, foi de muita relevancia este tema ser discutido, que nos enriqueceu bastante, com estes grandes debatedores. Como também filiado do PV, e presidente da Comissao provisoria de meu municipio, contribuo comentando que uma mídia complementa a outra, mais nao podemos desconsiderar o crescimento das redes sociais, sobretudo no publico mais jovem e alfaberizados digital.
    Parabenizo ao Presidente Penna, como o presidente Estadual Alan e a esta fundaçao por estar nos proporcionando uma melhor formaçao politica atraves de debastes e cursos on line.

    Concordo plenamente com o nosso presidente nacional que devemos aderir mais membros para este partido que consideramos diferente dos demais, nao só pela sua ética mais por ter uma bandeira clara e defenida. A minha opiniao que possamos fazer uma campanha para maior participaçao femenina no PV.

  • Professor Ederbal Miranda
    Posted 28 de setembro de 2013

    Corrigindo erro de digitaçao, alfabetizados (domentário anterior)

    Aproveito a oportunidade para incentivarmos todos os pre canditados e eleitos do PV, para acessarem o site da ABCOP, http://www.abcop.com.br e ao mesmo tempo que me coloco a disposiçao aqui na Bahia para palestras e seminarios sobre Marketing Politico e Eleitoral a todos do PV sem nenhum custo para a Estadual, fora o custo de deslocamento se nao for em Salvador e ou cidades proximas.

    Sou consultor em Gestao e Marketing Politico, o meu curriculo pode ser visto no site da ABCOP, onde participamos de varios eventos internacionais, sobretudo na America do Sul.

    Quero tao somente ajudar a fortalecer ao nosso partido e compartilhar com todos os conhecimentos na área de Gestao e Marketing Politico e Eleitoral para que possamos falar a mesma linguagem.

    Tenho alguns projetos que podemos discutir om os gestores executivos municipais do PV, para melhorar a vida da polulaçao, sobretudo os mais pobres, e adotar um modelo digital no municipio, criando uma central unica do cidadao , atraves de uso da TI, com baixos custos e dar maior credibilidade ao cidadao e maior visibilidade politica e administrativa do gestor municipal.
    E no legislativo, podemos sim criar algumas bandeiras que nos identifiquem em todo pais e divulgarmos em nivel nacional para dar suportes aos legisladores, sobretudos aos nossos vereadores e suplentes.

  • edimar da silva maia
    Posted 30 de janeiro de 2014

    Uma atenção especial deverá ser dada com toda certeza aos usuarios de redes sociais, o público jovem que é a massa da internet vem empurrando o público maduro para dentro dela fazendo com quer todos fiquem na mesma sintonia, podemos estudar uma eficacia relevante para este processo politico em redes sociais.

Comments are closed.

CONTATO

ASSINAR E-MAIL

Inscreva-se com seu endereço de e-mail para receber notícias e atualizações.

© 2020 Lavorare / websytes

Pesquisar