Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

PV, PSB, SD e PPS oficializam a criação do segundo maior Bloco Parlamentar da Câmara

Foi oficializado nesta terça-feira (16/12), em Brasília, a criação de um bloco partidário na Câmara dos Deputados. Segundo o deputado federal e presidente do Partido Verde, José Luiz Penna, a formação desse grupo servirá para pensar um futuro melhor para o Brasil. “Esse é um grupo político com mais liberdade e com maiores interesses na criação de novos caminhos”, declarou. Ao todo, dentre presidentes e líderes do Partido Verde (PV), Partido Socialista Brasileiro (PSB), Solidariedade (SD) e Partido Popular Socialista (PPS), o Bloco soma 67 deputados na Casa.

Com a união dos partidos, apenas PT – com 70 deputados -, terá mais parlamentares do que o novo bloco. Em seguida, vem o PMDB, com 66. Os membros do PV acreditam que temas como crise climática, energias alternativas e a proposição do desenvolvimento sustentável para balizar o desenvolvimento do país farão parte da pauta de discussões. De acordo com o comunicado oficial, o início das atividades do bloco já está marcada para o fim desta legislatura.

Segundo o vereador Gilberto Natalini (PV-SP), a dualidade PT – PSDB tem feito muito mal para o Brasil. “Pior que isso só as agremiações políticas que ficam na base do governo ou oposição. Esse bloco partidário significa libertação, autonomia, além de independência desse grupo de partidos que se alinha com uma plataforma ideológica e politizada para fazer uma proposta independente de cumprir com transparência os deveres com a sociedade”, defendeu Natalini.

Uma nova frente para mudar a política e o país. É com essa bandeira que os partidos se unem para contribuir de forma mais efetiva para o fortalecimento das instituições democráticas do Brasil, resgatar as boas práticas republicanas e promover as mudanças que o povo exige para que o Brasil volte a crescer e melhorar a qualidade de vida dos brasileiros.

(por Larissa Itaboraí)

CONTATO

ASSINAR E-MAIL

Inscreva-se com seu endereço de e-mail para receber notícias e atualizações.

© 2020 Lavorare / websytes

Pesquisar