Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

TERRITÓRIOS DA DIGNIDADE – 19 DE ABRIL 2016 – MASP

territorio_da_dignidade

CINE SOLAR TUPÃ
103 MIL PESSOAS ALCANÇADAS NO FACEBOOK
194 MIL PESSOAS NO BLOG TERRITÓRIOS DA DIGNIDADE
COBERTURA REALIZADA PELA GAZETA, TV BRASIL E GLOBONEWS
CERCA DE 500 PESSOAS COMPARECERAM AO EVENTO

CINE SOLAR TUPÃ

O Cine Solar é uma ação de cinema itinerante do projeto Territórios da Dignidade que utiliza energia limpa e reovável: a solar, para realizar exibições de filmes, unindo cinema e sustentabilidade. É um projeto da ong Brasukah sob a curadoria de Cynthia Alario.

A ação Cine Solar Tupã trata-se de uma experiência de valorização da cultura indígena e da produção de cineastas indígenas de diversas etnias, onde um furgão equipado com placas solares capazes de gerar a própria energia apresenta filmes em comunidades indígenas. Esta ação é realizada em parceria com o Projeto Territórios da Dignidade, que tem como objetivo a difusão de visões de mundo das matrizes indígenas do Brasil como maneira de expressar seus valores e dignidade cultural. A coordenação nacional do Projeto Territórios da Dignidade é do escritor e empreendedor social Kaká Werá, a coordenação e curadoria em São Paulo é do designer e editor Gregor Ossipof e da arquiteta Cris Gouveia.

Nesta primeira versão os filmes circularão por quatro aldeias guaranis, entre São Paulo, Paraná e Santa Catarina promovendo um relacionamento lúdico associado a reflexões sobre questões relativas a cultura, valores e cidadania entre a pluralidade étnica e a sociedade brasileira.

FILMES PRODUZIDOS POR CINEASTAS INDÍGENAS

A Gente Luta, Mas Come Frutas, de Isaac Pinhanta e Valdete Pinhanta (Ashaninka). Documentário. 6 min. Livre

Nós e a Cidade, de Ariel Duarte Ortega. (Mbya Guarani). Documentário. 5 min. Livre

Bimi: Mestra de Kenes, de Zezinho Yube (Hunikui). Documentário. 4 min. Livre

História do Monstro Kátpy, de Whinti Suya, Kambrinti Suya, Yaiku Suya, Kamikia P.T. Kisedje, Kokoyamaratxi Suya (Kisêdjê). Ficção. 4 min. Livre.

Kidene: Academia Kuikuro, de Takumã Kuikuro (Kuikuro). Documentário. 5 min. Livre

Depois do Ovo, a Guerra, de Komoi Panará (Panará). Documentário. 15 min. Livre.

Marangmotxíngmo Mïrang – Das Crianças Ikpeng Para O Mundo, de Karané Ikpeng, Natuyu Yuwipo Txicão e Kumaré Ikpeng (Ikpeng). Documentário. 35 min. Livre

TERRITORIOS DA DIGNIDADE NO MASP E NO MIS

clipping 1

jornal GGN – Cinesolar Tupã

Territórios da dignidade Cine Tupã

TERRITÓRIOS DA DIGNIDADE

1 Comment

  • Belle
    Posted 12 de maio de 2016

    Agenor,Wilson e Marcelo. Pra nós é uma grande honra ter um texto do China no nosso Site.Desde pequeno escuto o Salário. Grande ba§of.AbraÃnd,Raaael

Comments are closed.

CONTATO

    ASSINAR E-MAIL

    Inscreva-se com seu endereço de e-mail para receber notícias e atualizações.

      © 2021 Lavorare / websytes

      Pesquisar